A Ciranda do Sol inicia sua trajetória em 2002 quando Solange Moreschi (Sol) recebe um chamado para conhecer as Danças Circulares Sagradas, nascendo assim, a disposição para trabalhar na transformação e na criação de um novo jeito de viver: centrado no autoconhecimento, mais humanizado, circular, com possibilidades de integração e alinhamento entre coração e ação.
 
A Ciranda do Sol acredita no potencial das Danças Circulares como instrumento que acolhe, por isso mesmo vem acolhendo muitas pessoas na roda e apresentando as danças circulares ha 16 anos. Possibilita o despertar de si pelo autoconhecimento e pelo poder pessoal, reconhece os princípios éticos universais, contribui para a mudança de atitudes com relação ao espaço planetário que ocupamos.
 
A Ciranda do Sol hoje é acolhida no Chão de Maria, um Espaço organizado que acolhe as atividades.
  • Aula regular de Dança Circular Sagrada: Quinta-feira das 19h30 às 21h.
  • Atividades e eventos em Chapada dos Guimarães 

Sol Moreschi

Mulher, mãe e avó na jornada aprendente da vida sistêmica. Educadora transpessoal das dimensões humanas: física, emocional, mental e espiritual, aliados aos saberes das Danças Circulares Sagradas. Estudiosa do bioxamanismo e da energia de cura pelas mãos/ Reikiana. Mediadora da ancestralidade feminina no acesso ao Sagrado humano e Universal.

http://www.dancacircular.com.br/focalizadores/1046/solange-mara-moreschi-silva

Focalizadora dos seguintes projetos e Instituições:
 
  • Organização do Cirandar de MT, um festival bienal de danças que reúne pessoas de outros estados para a partilha de seus saberes dançantes, na Chapada dos Guimarães desde 2014.
  • Disciplina de Danças Folclóricas e Danças Circulares no curso de Educação Física da UFMT por mais de cinco anos desenvolvendo as danças junto aos acadêmicos
  • Organização de cursos e Vivencia de Danças circulares com: Luciana Ostetto, Vaneri Oliveira, Arlenice Juliani, Cristina Bonetti, Guataçara Monteiro e João Paulo Pessoa, Sandra Cabral.
  • Roda mensal aberta no Parque Mãe Bonifácia por 8 anos consecutivos
  • Roda de Danças circulares na Escola Moitará de Pedagogia Waldorf, com linha Antroposófica, e por dois anos pulsamos com as professoras.
  • Capacitação inicial e continuada para iniciantes na focalização das Danças circulares
Formação e Experiências com Danças Circulares (e do contexto delas)
  •          Mestrado em Educação pela UFMT nas Danças Circulares Sagradas e Interculturalidade
  •          Capacitação Ampliada com formação para Focalizadora  das Danças Circulares com o grupo  SemeiaDança/ São Paulo              orientada pelas mestras: Vaneri de Oliveira/ Monica Goberstein e Arlenice Juliani.
  •          Formação em Cultcoop - Cultura da Cooperação pelo SEBRAE
  •          Danças indígenas com Kaká Werá Jacupé (raiz Tupi-Guarani)
  •          Danças gregas com Paulo Sertek
  •          Danças africanas com Rosa Maria da Universidade de São Paulo (USP)
  •          Danças de Israel e da Paz Universal com Monica Goberstein
  •          Danças da Alemanha com Petrus Schoenmaker
  •          Danças portuguesas com Marli de Matos
  •          Danças dos Florais de Bach com Estela Gomes
  •          Os Ritmos afro-brasileiros e os arquétipos do sagrado feminino com a bailarina Lucia Cordeiro do Rio de Janeiro
  •          As danças brasileiras com a bailarina e coreógrafa Cristiana Menezes, de Minas Gerais
  •          As danças do sagrado masculino com o grupo Guerreiros do Coração representado por Luiz Henrique do Rio Grande               do Sul
  •          Danças Ancestrais e do Sagrado feminino com a professora Dr. Maria Cristina Bonetti de Goiás
  •          Encontro Brasileiro de Danças Circulares Sagradas anualmente desde 2009 com a presença de muitos focalizadores internacionais, como Judy King (Inglaterra), Andy Bettis (Estados Unidos), Fleur Barragán (Argentina), Yves Moreau (Canadá), France Bourque (Bulgária), Friedel Kloke e Saskia Kloke (ambas da Alemanha) e Fido Wagler (Alemanha). Entre outros.
  •          Oficina “Dança e Mito”, com a filha de Bernhard Wosien, também qualificada como doutora em Danças Sagradas: Maria Gabriela Wosien, em São Paulo
  •  Viagem Mitico Cultural com um grupo de Danças Circulares Sagradas – Rodanças – de São Paulo, sob a coordenação e focalização de Vaneri de Oliveira, que nos proporcionou uma visitação pelos locais de danças tradicionais que aprendemos no Movimento: Irlanda, Inglaterra: Reino Unido, Grã-Bretanha. Vivenciamos as danças tradicionais com as comunidades locais, com um bailarino e professor irlandês, além das vivências com outras manifestações das culturas locais.